Untitled Document
Untitled Document





Reflexos


Imagens coloridas que ainda brilham no meu pensamento após a realização do Salão FNLIJ. O sorriso dos amigos, as capas dos livros, os olhos fascinados das crianças, a alegria presente a cada momento. Relembro esses instantes deliciosos com três livros, dentre os muitos, presentes no Salão:

Quem matou o saci?



(Escarlate) – Alexandre de Castro Gomes escreveu e Cris Alhadeff ilustrou – Aconteceu um estranho crime e vários são os suspeitos. Os detetives preparam as fichas policiais e investigam os personagens. Afinal, quem matou o saci? Ou será mais uma peça do moleque endiabrado!

O mar de CecĂ­lia



(Editora do Brasil) – Rosinha, texto e ilustrações – Linda homenagem da artista à poeta Cecília Meireles e um convite ao leitor para que conheça a obra e mergulhe também no mar de Cecília. Edição primorosa!

O perna-de-pau



(Duna Dueto) – Felipe Campos, texto e ilustrações – As crianças adoram histórias de suspense, de terror, que assustam. Elas se divertem com o medo dos amigos e dão boas risadas. Felipe consegue divertir e revelar alguns perigos que rondam as crianças. Você ficou com medo Bem, agora as luzes se tornam embaçadas, perdem o brilho da racionalidade. Tudo isso porque alguém fez uma leitura equivocada e não soube interpretar um texto.
Esse Ă© o grave problema que enfrentamos hoje, a falta de professores leitores que permite que a compreensĂŁo fique prejudicada e passe a ser definida por valores, preconceitos e ideias de falsa moral.
Como dizia o querido Bartô, a fantasia liberta! Através do texto literário crianças e jovens identificam seus medos e temores, compreendem que não estão sozinhas e são capazes de externar suas angústias.


Que a obra Enquanto o sono não vem, de José Mauro Brant (Rocco – ilustrações de Ana Maria Moura), com histórias coletadas na tradição oral, possa ser compreendida enquanto relato de contos e cantigas do folclore que sempre existiram desde que o mundo é mundo.
Quantas Eredegaldas existem por aĂ­, sem voz, sem vontade, coagidas pela violĂŞncia e pelo abuso!



O sol voltou! Vamos continuar envoltos em novas luzes, com o brilho dos lançamentos, e retomar a esperança por dias melhores:


O dia em que a minha vida mudou




(por causa de um chocolate comprado nas ilhas Maldivas) – (Seguinte) – Keka Reis, ilustrações de Vin Vogel – Li esse texto pela primeira vez ao participar do Prêmio João-de-Barro, da Prefeitura de Belo Horizonte, a convite de Fabíola Ribeiro Farias. Ficou entre os meus preferidos! Encontrá-lo agora, editado, é uma grande alegria. A personagem principal, Mia, representa todas as pré-adolescentes (como eu fui algum dia...) repletas de dúvidas, inseguranças, ansiedades, instabilidades, afetos e delícias de viver. Uma família é uma família é uma família




(Brinque-Book) – Escrito por Sara O’Leary, ilustrado por Qin Leng e traduzido por Gilda de Aquino – Com tantas formações diferentes de família, é o afeto entre seus integrantes que as une e as torna especiais. Uma delícia!






Esopo – Liberdade para as fábulas – (Escarlate) – Luiz Antonio Aguiar escreveu e Márcia Széliga ilustrou – Lenda e vida se confundem sobre a obra de Esopo. Luiz Antonio trançou histórias recolhidas com a própria vida do fabulista, numa obra cuidadosa e de muita pesquisa. Márcia encontrou uma inspiração especial e o resultado é incrível. Vida e obra estão separadas pela cor das páginas, mas não vamos conseguir saber o que realmente é verdade ou fantasia!

E o sol brilha realmente na capa do novo livro de Marina Colasanti! O 60o livro da autora! Tudo tem princĂ­pio e fim (Escarlate), escrito e lindamente ilustrado por Marina, Ă© presente para seus jovens leitores no mĂŞs em que completa 80 anos! Obrigada, querida, e que o sol ilumine o seu caminho especial, com um tapete colorido das lindas histĂłrias que vocĂŞ criou ou tocou!



“Tudo tem princípio e fim
a regra do mundo Ă© essa
mas, entre entrada e saĂ­da,
o percurso é que interessa.”

Untitled Document
Untitled Document

Página Principal - Quem Somos - Expediente - Editorial - Opiniões - Letras e Letras - Lançamento - Bolsa do Livro
Assinatura - Publicidade - Contato - Novo Produto

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2005, Jornal de Letras